Bombas peristálticas

Solução confiável, simples e robusta para transferir, dosar e controlar uma grande variedade de fluídos

As bombas peristálticas ARO, também conhecidas como bombas de mangueira ou bombas tubulares, fornecem uma solução confiável e simples para movimentar praticamente qualquer tipo de fluido em uma ampla variedade de mercados e aplicações.

As bombas peristálticas podem transferir, dosar ou medir uma variedade de fluidos, incluindo loções cosméticas, pastas abrasivas ou hipoclorito de sódio.

As bombas peristálticas oferecem uma solução flexível para processamento químico, aplicações de águas residuais, alimentos e bebidas e muito mais. Quando combinadas com sistemas de controles de velocidade, o fluxo da bomba pode ser ajustado para atender às mudanças nas demandas de aplicação e medir ou dosar fluidos com precisão.

No centro da bomba há uma mangueira ou tubo elastomérico que contém o fluido, praticamente eliminando a possibilidade de contaminação do produto. Uma ampla variedade de materiais de tubos ou mangueiras está disponível para atender à compatibilidade química necessária para cada aplicação.

As bombas peristálticas são projetadas para funcionar a seco, com autoescorvamento e oferecem uma alta elevação de sucção (32 pés / 9,8 m). Sua construção sem vedação não usa vedações mecânicas ou caixas de vedação, o que pode levar a vazamentos de fluido.

As bombas peristálticas são fáceis de configurar, operar e manter sem treinamento especializado. Estas bombas não exigem ar comprimido nem dependem de válvulas que podem entupir. O movimento de bombeamento peristáltico é ideal para lidar com fluidos abrasivos e fluidos sensíveis ao cisalhamento.


Bombas peristálticas de baixa pressão Série L

Bombas peristálticas de baixa pressão Série L

A Série L da ARO é uma coleção de bombas peristálticas de baixa pressão de alto desempenho que podem lidar com uma variedade de materiais. As bombas da Série L podem lidar com materiais gasosos, abrasivos e sensíveis ao cisalhamento.

Bombas peristálticas de alta pressão Série H

Bombas peristálticas de alta pressão Série H

A Série H da ARO é uma coleção de bombas peristálticas de alta pressão projetadas para bombear, medir e dosar líquidos desafiadores. Estas bombas podem manusear fluidos de baixa ou alta viscosidade, bem como líquidos sensíveis ao cisalhamento, de alta pureza, agressivos ou abrasivos. As bombas da Série H também podem lidar com fluidos contendo gases, espuma ou sólidos.


Princípios de operação da bomba peristáltica

Duas sapatas montadas a 180 graus em um rotor comprimem alternadamente uma mangueira de borracha reforçada que contém um fluido a ser bombeado. A compressão da mangueira pelas sapatas giratórias cria uma sucção contínua na entrada da bomba e empurra o fluido para a saída da bomba. A caixa da bomba contém um lubrificante que reduz o atrito e garante o melhor desempenho da bomba com um mínimo de manutenção. O fluido bombeado está em contato apenas com o interior da mangueira de borracha, permitindo o bombeamento de uma grande variedade de fluidos reativos.

Princípios de operação da bomba peristáltica: Fase 1

Fase 1
A mangueira da bomba é comprimida sucessivamente por duas sapatas de pressão montadas em uma roda giratória. A primeiro sapata, ao pressionar as paredes da mangueira, criará um vácuo e atrairá o líquido bombeado para dentro da mangueira.

Princípios de operação da bomba peristáltica: Fase 2

Fase 2
O líquido bombeado acaba de entrar na mangueira. As segundas sapatas comprimirão a mangueira e empurrarão o líquido em direção à saída da bomba.

Princípios de operação da bomba peristáltica: Fase 3

Fase 3
Quando a sapata do lado da descarga é destacada da mangueira, a outra sapata diametralmente oposta já está em compressão, evitando assim uma reversão interna do produto. Depois o fluido bombeado é puxado e expelido com sucesso devido à rotação da roda.


Aplicações ideais para bombas peristálticas

Processamento químico


  • Ácidos
  • Detergentes
  • Corantes
  • Emulsões
  • Colas
  • Látex
  • Óleos
  • Polímeros
  • Lama
  • Lodos

Mineração e extração mineral


  • Dosagem química
  • Lodos
  • Alimentação de filtros
  • Espessamento de fluxo reduzido
  • Dragagem e desaguamento
  • Dosagem de floculação e dosagem química

Alimentos e bebidas


  • Produção de cerveja (integridade do fermento)
  • Corantes
  • Aromas
  • Processamento de frutas
  • Processamento de carnes
  • Ração para animais domésticos
  • Processamento de açúcar

Abastecimento de água e águas residuais de municípios


  • Controle de odores
  • Controle de pH
  • Transferência de lodos
  • Tratamento
  • Alimentação centrífuga
  • Medição química
  • Desinfecções
  • Dosagem
  • Injeção

Uso industrial em geral


  • Adesivos
  • Automotiva
  • Cerâmica e vidro
  • Revestimentos, tinturas e tintas
  • Concreto
  • Fundição
  • Saúde e beleza
  • Usinagem
  • Manufatura magnética
  • Celulose e papel
  • Reciclagem
  • Refinarias
  • Têxtil
  • Tratamento de resíduos

Geração de energia


  • Tratamento de carvão
  • Controle de odores
  • Preparação
  • Purificadores de SO2 (pasta de cal)
  • Tratamento da água